O que é o globale?

globale é um festival que propõe, através da exibição de filmes de ficção e documentário, construir momentos de debate com um público amplo sobre temas relacionados aos processos de globalização. É um festival sem fins lucrativos, não competitivo e que, portanto, não entrega prêmios nem cobra taxas de inscrição. globale nasceu em Berlim (Alemanha), em 2003, e segue sendo realizado até hoje com o propósito, inclusive, de que as sedes do festival sigam multiplicando-se, de forma a criar uma rede.

Atualmente, o globale acontece em três cidades alemãs, em Montevidéu (Uruguai), desde 2009, e também em Varsóvia (Polônia) desde 2010. Em 2011, o festival chegou a Bogotá (Colômbia) e ao Rio de Janeiro.

Os comitês organizadores em cada cidade-sede são compostos por um grupo heterogêneo de pessoas que colaboram de forma solidária na organização do festival. O grupo tem uma gestão horizontal e o compromisso de tomar suas decisões por consenso.

Se você também quiser colaborar ou saber mais sobre a edição carioca do festival globale, fale com a gente: globalerio@gmail.com

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

25/11: sessão extra do Festival globale 2013 no Cine JOIA

Cineclube manifesto pelas liberdades de expressão, informação e manifestação

Pela liberdade de expressão, informação e manifestação, o Cine Joia e o Festival globale Rio 2013 realizam nesta segunda-feira, dia 25 de novembro, um debate com videoativistas atuantes no Rio de Janeiro durante as passeatas e manifestações ocorridas desde junho no país. Os convidados para o debate são Marcos de Sordi (Jornal Zona de Conflito), Patrick Granja (Nova Democracia), Rodrigo Modenesi ("Morre Diabo!", midiativista), Matias Maxx (Revista Vice), Victor Ribeiro (Rio40Caos), além do Coletivo Intervozes e Coletivo Nigéria. O encontro será aberto com entrada franca.

A sessão começa com o documentário "COM VANDALISMO", do Coletivo Nigéria, que participará por meio de link ao vivo diretamente de Fortaleza. Em seguida, o Coletivo Intervozes apresenta os curtas-metragens "Levante sua voz" e "Neutralidade na Rede". Cada um dos demais convidados irá mostrar videos que registraram desde o início das manifestações populares.

A entrada é franca, e o Cine Joia convida videoativistas que quiserem levar suas mídias para podermos exibir na hora. Será um momento de troca de figurinhas do que cada um apurou de forma independente em contraponto à mídia tradicional.

TRAGA SEU VÍDEO!


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

07/11: Cinema Nosso convida para a exibição do longa-metragem “Doméstica”

O Cinema Nosso convida a todos para a exibição do longa-metragem “Doméstica”, na quinta-feira, 07 de novembro, às 18h30, no Espaço Cinema Nosso. 
O documentário é dirigido por Gabriel Mascaro, que coordenou o projeto realizado por sete 
adolescentes, filhos de patrões, que documentaram por uma semana o cotidiano de suas 
empregadas domésticas.
O filme aborda várias questões das serviçais: o choque da intimidade com os patrões, 
relações de poder e a dureza do dia a dia. Além disso, a película lança um olhar contemporâneo sobre o trabalho doméstico no ambiente familiar.

O Cinema Nosso é parceiro do III Festival Internacional globale Rio, que propõe, por meio da linguagem audiovisual, propiciar um amplo debate com o público sobre temas relacionados aos processos de Globalização.

Após a exibição do documentário haverá um debate com a socióloga Rachel Barros de Oliveira (FASE). 
Lembrando a todos que a entrada é franca (sujeito a lotação).

Não percam!


terça-feira, 24 de setembro de 2013

SELEÇÃO GLOBALE RIO 2013

Está chegando a terceira edição do festival globale na cidade do Rio de Janeiro e é hora de divulgar a lista de filmes que serão exibidos em 2013. Diferentemente das edições anteriores, não foi necessário prorrogar o prazo das inscrições, devido à quantidade de filmes excelentes que recebemos vindos de várias partes do mundo. Desta vez, tivemos que adiar as datas da mostra, para que fosse possível encontrar mais espaços para tantos trabalhos legais. 

Felizmente o globale tem sido muito bem recebido por outros projetos bacanas e isso fez com que conseguíssemos ampliar a rede de exibição. Mesmo assim, algumas obras bastante pertinentes ficaram de fora da seleção 2013, mas estão guardadas aqui para uma próxima oportunidade. 

Coerente com a proposta de toda a rede globale, a curadoria não impôs restrições relativas a limitações técnicas, orçamentárias, ineditismo, formato, gênero ou duração dos filmes. Como sempre, buscamos o diálogo entre as produções no sentido de provocar os debates em torno dos temas propostos nesta edição fluminense: Cidade Global, Conflitos sócio ambientais; Identidades e desigualdades; Grandes poderes; Mídia contra hegemônica e Arteativismo.

A ideia é construir um espaço democrático que promova reflexão. Para tanto, todas as projeções serão pontos de partida para diálogos onde o público, realizador@s e convidad@s poderão trocar impressões, conhecimentos e argumentos de maneira horizontal.

Agradecemos imensamente a contribuição d@s parceir@s e a participação de tod@s que enviaram suas obras. Aproveitamos para convidá-l@s para todas as nossas sessões. @s realizador@s que residem fora do Rio de Janeiro estão convidad@s a se hospedar nas casas do coletivo organizador, será um prazer!

O festival globale Rio 2013 acontecerá entre os dias 25 de outubro e 03 de novembro. Em breve, divulgaremos toda a nossa programação com as datas e horários das sessões. 

Deixemos agora vocês conferirem a lista dos 25 filmes selecionados para a edição 2013 do festival globale Rio.

Até breve,
Coletivo globale Rio
festivalglobalerio.blogspot.com.br
Twitter: @globalerio
Facebook: Festival globale Rio
YouTube: globaleRio
E-mail: globalerio@gmail.com

FILMES SELECIONADOS


1. 2100, dos Alunos do Núcleo de Arte Grécia e cineclube Subúrbio em Transe. Brasil, 2013. Videoclipe, 4 min.
2. A Onda Traz, O Vento Leva, de Gabriel Mascaro. Brasil e Espanha 2012. Ficção/Documentário, 28 min. 
3. Agora Você É Índio, de Bia Albernaz. Brasil, 2012. Documentário, 20 min. 
4. Awara Nane Putane - Uma História Do Cipó, de Antônio Sérgio de Carvalho e Souza. Brasil 2012. Animação, 23 min. 
5. Boaventura, O Cientista E Ativista Social, de Luis Carlos Nascimento. Brasil, 2013. Documentário, 14 min. 
6. Casas Marcadas, de Adriana Barradas, Alessandra Schimite, Ana Clara Chequetti, Carlos R. S. Moreira (Beto), Éthel Oliveira e Juliette Lizeray. Brasil, 2012. Documentário, 10 min.
7. Cidade Improvisada, de Alice Riff. Brasil, 2012. Documentário, 19min.
8. Cine Fantasma, do coletivo Cine Fantasma, Brasil, 2013. Documentário, 15 min. 
9. Com Vandalismo, de Coletivo Nigéria. Brasil, 2013. Documentário, 77 min.
10. Deslocamento Forçado Na Colômbia (Dinámicas del Desplazamiento Forzado en la Región de Urabá), de Milson Betancourt e Marta Bello. Colômbia, 2004. Documentário, 35 min.
11. Dois Casos Sérios Sobre Agrocombustíveis, de Caio Bruno. Brasil, 2013. Documentário, 10. min.
12. Doméstica, de Gabriel Mascaro. Brasil, 2012. Documentário, 76 min. 
13. O Caso Sarayaku (El Caso Sarayaku), de Arturo Hortas. Equador/Espanha, 2012. Documentário, 30 min.
14. Etanol, de Luis Carlos Nascimento. Brasil, 2012. Documentário, 10 min.
15. Favela Fabril, de Mariana Cavalcanti, Paulo Fontes e Thais Blank. Brasil, 2012. Documentário, 50 min.
16. In Search Of Our Lost Rice Seeds, de Suma Josson. India, 2013. Documentário, 41 min.
17. L.A. River (This is the LA RIVER), de EPFC Collective. EUA, 2007/2013. Documentário, 33 min.
18. Linguiça Toscana, de Daniel Garcia. Brasil, 2013. Videoclipe, 5 min.
19. O Cidadão Caryuka, de Hélio Rodrigues, Brasil 2012. Documentário, 10 min. 
20. O Gigante (El Gigante), de Bruno Federico, Consuelo Navarro e Andrea Ciacci. Colômbia/Itália, 2012. Documentário, 63 min.
21. Ó Pai, O Que É A Crise?, de José Vieira Mendes, Portugal, 2012. Documentário, 3 min. 
22. Poeira E Cinzas, de Audrey Ribas, Brasil, 2013. Documentário, 24 min. 
23. Residência Obrigatória (Residenzpflicht), de Denise Garcia Bergt. Alemanha, 2012. Documentário, 68 min.
24. Ser Cultural - Luiz Poeta, de Ian M. Queiroz e Ana B. Salgado. Brasil, 2012. Documentário, 8 min.
25. TKCSA - Sem Licença Para Operar, Com Permissão Para Poluir, de Equipe PACS. Brasil, 2013. Documentário, 7 min.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Aviso de adiamento

Olá, todo mundo!
Este é um aviso de adiamento da data de realização do festival globale Rio, mas é por um excelente motivo!
Simplesmente recebemos uma grande quantidade de filmes muito bons e nós não estávamos preparad@s para tanto. 

Como muit@s já sabem, o globale Rio é um festival que acontece inteiramente na base da solidariedade de organizadores, exibidores, apoiadores, realizadores de filmes, público, divulgadores e quem mais estiver dispost@ a colaborar. Além disso, nós batalhamos para que as nossas sessões sejam gratuitas, ou, pelo menos, para que o valor do ingresso não impeça a participação de um público amplo. Assim, nossa rede de exibição fica restrita, uma vez que as casas têm despesas reais de funcionamento (água, luz, etc.).
Mas nós não queremos deixar de exibir filmes que consideramos interessantes e importantes.

Então, precisamos só de mais um tempinho para articular mais espaços para a programação.

Assim que a gente fechar certinho os pontos de exibição, divulgaremos a lista de filmes selecionados para o festival globale Rio 2013.

A previsão é que a lista de selecionados saia até 23 de setembro.
E a nova data de início do festival é 25 de outubro.

Quem tiver ou souber de algum espaço que queira receber a nossa programação, pode nos escrever: globalerio@gmail.com. Toda ajuda é bem-vinda!
Agradecemos a compreensão e a colaboração de vocês!

Saudações e até breve,
Coletivo globale Rio 2013



sábado, 17 de agosto de 2013

INSCRIÇÕES 2013 ENCERRADAS! 2013 - INSCRIPCIONES CERRADAS! 2013 - REGISTRATION CLOSED!

Inscrições encerradas
Em breve, divulgaremos aqui o resultado. Lembrando que só enviamos emails para as obras selecionadas.
Obrigado a tod@s que enviaram seus filmes!

Fin de las inscripciones
Pronto, publicaremos aquí el resultado. Recordando que solamente las obras seleccionadas serán contactadas directamente.
Gracias a tod@s que enviaron sus películas y videos!

Registration closed
Soon, we will post here the list of selected films. Remembering, we will contact only those filmmakers whose films are chosen.
Thanks to everyone who have submitted their films!

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Inscrições 2013 abertas!


CONVOCATÓRIA PARA SELEÇÃO DE FILMES

Em outubro de 2013, será realizada a terceira edição brasileira do festival globale, no Rio de Janeiro. Para exibir seu filme no festival globale Rio, as inscrições estão abertas de 14 de junho a 16 de agosto.

O globale Rio é um festival sem fins lucrativos, não competitivo e que, portanto, não entrega prêmios nem cobra taxas de inscrição. O evento é organizado por um coletivo que trabalha de forma solidária e só é possível com a colaboração ativa dos realizadores dos filmes, do público e dos espaços parceiros.

OBJETIVOS
Os objetivos da mostra são amplos:
• Aproximar o público de obras que, através da linguagem audiovisual, sensibilizem, denunciem e informem sobre aspectos da realidade que geralmente são ignorados ou distorcidos pelas grandes corporações midiáticas.
• Gerar espaços de intercâmbio, reflexão e debates críticos sobre os processos de globalização e identificar seus impactos e suas consequências para/sobre a vida das pessoas.
• Atingir um público diversificado e com ele discutir, elaborar e executar projetos e soluções para os problemas que a globalização nos coloca.

INSCRIÇÕES
Para a seleção dos vídeos que vão compor a mostra globale Rio 2013, estão abertas as inscrições de 14 de junho a 16 de agosto de 2013. Para tanto, preencha o formulário de inscrição disponível aqui e envie o seu DVD por correio, seguindo as orientações abaixo.

A edição carioca do festival não impõe restrições quanto ao gênero das obras (documentário, ficção etc.) tampouco quanto ao formato (filme cinematográfico; programa de TV; vídeo caseiro etc.), duração e ano de lançamento, os filmes também não precisam ser inéditos. O material audiovisual deverá abordar temas relacionados aos processos de globalização a partir dos seguintes eixos:

A. Cidade global:
O conceito de Cidade Global (Saskia Sassen, 1991) se aplica às metrópoles que são referência para o capital internacional em suas regiões, como as cidades que sofreram ou sofrem grandes transformações para abrigar megaeventos internacionais (Copa do Mundo e Olimpíadas são exemplos). Quais são os impactos sobre as populações desses lugares e suas adjacências; quem são os principais beneficiados com esses processos? Como as populações afetadas podem se organizar para enfrentar essas transformações?

B. Conflitos sócio-ambientais:
O avanço da fronteira de exploração da natureza produz uma série de alterações nas formas de ocupação e uso do espaço, o que resulta na desestabilização de formas de produção relativamente autônomas, responsáveis pela conservação da biodiversidade e dos recursos ambientais. Também nas cidades as desigualdades ambientais se aprofundam. Em cada país, têm sido múltiplas as respostas: populações indígenas, comunidades quilombolas, populações trabalhadoras, juventudes, pequenos produtores rurais, pescadores e extrativistas reafirmam e recriam suas identidades, ressignificam seus territórios e colocam em debate modelos de produção e consumo.

C. Identidades e desigualdades:
Em um mundo globalizado a troca de experiências entre as diversas realidades se intensifica. Mas serão as oportunidades iguais para todos, apesar das diferenças de origem, cor, etnia, credo, religião, língua, orientação sexual e classe? Ao mesmo tempo em que os indivíduos encontram mais referências para construir suas identidades; purismos, racismos, intolerâncias e desigualdades históricas se reforçam. Tudo isto se reflete em aspectos psicológicos e práticos do cotidiano.

D. Grandes poderes:
Agências multilaterais de cooperação internacional; empresas multinacionais; modalidades de tráfico, bolsas de valores, como o capital tem se articulado ao redor do mundo? Quem tem decidido o destino das nossas vidas, como resistir?

E. Mídia contra-hegemônica:
Iniciativas que questionam a cobertura jornalística da mídia hegemônica, apresentando um ponto de vista alternativo das lutas populares; registros de ações invisibilizadas pela mídia; também registros de iniciativas midiáticas comunitárias, populares, alternativas, livres e/ou radicais no marco da luta pelo direito humano a comunicação.

F. Arte ativismo:
“O travelling é uma questão de moral”, disse Godard, o cineasta franco-suíço. As linguagens artísticas se relacionam com a política: constituem universos éticos próprios e se dedicam aos temas ideológicos e de poder. Mas além da mera instrumentalização para a “propaganda”, muitas experiências de engajamento tomam formas poéticas intensas. Como a arte contribui para a reflexão sobre todo o processo de integração econômica, cultural, social e política ocorrido com a globalização?


É desejável que os filmes em língua portuguesa contenham legenda em português, já que algumas exibições serão realizadas para públicos com necessidades especiais. Os filmes de língua estrangeira devem ser legendados em português (preferencialmente), ou espanhol, ou inglês.

O material deverá ser enviado em DVD por correio. No envelope de envio, deverá ser indicado o(s) eixo(s) temático(s) ao(s) qual/quais o filme se relaciona.

Junto ao DVD, deverá ser enviada impressa e assinada a autorização para a exibição do filme, conforme o modelo disponível aqui. Caso você não concorde com o expresso no modelo de autorização disponível, procure redigi-la nos seus próprios termos conciliando com a proposta do festival globale Rio 2013.

Endereço para envio:
globale Rio (A/C Agustin Kammerath)
Rua Almirante Alexandrino, 2603 / Casa 16/102
Bairro: Santa Teresa
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
CEP 20241-263

As despesas de envio devem ser cobertas pel@s realizador@s dos filmes. Não serão aceitas cópias de trabalho, apenas versões finalizadas.

DIVULGAÇÃO DA SELEÇÃO
O resultado da seleção está previsto para agosto/2013 e será divulgado no nosso blog e redes sociais, acompanhe. Como somos um festival organizado em bases totalmente voluntárias, pedimos a compreensão de tod@s, mas apenas os trabalhos selecionados serão contatados diretamente.

Boa sorte e até breve!

Inscripciones 2013 abiertas! (Convocatória Español)



CONVOCATÓRIA PARA SELECCIÓN DE PELÍCULAS Y VIDEOS EN GENERAL


En octubre de 2013 será realizado por tercera vez el festival globale en Río de Janeiro.

Para los interesados en exhibir sus películas o videos, estamos abriendo las inscripciones del 14 de junio al 16 de agosto.

El festival globale es un espacio que propone, a través de la organización y exhibición de una muestra de películas y videos de genero y formato libres, construir momentos de diálogo con un público amplio sobre temas relacionados a los procesos de globalización. Es un festival sin fines de lucro, no competitivo y que, por lo tanto, no entrega premios ni cobra inscripción.

globale nació en el año 2003 en Berlín (Alemania) como festival de cine documental, social y político. Es realizado hasta el día de hoy con ese propósito e, inclusive, de que las sedes del festival se sigan multiplicando para reforzar la red que ya existe. Actualmente este festival es realizado en otras dos ciudades de Alemania y a partir de 2009 este festival es realizado también en Montevideo (Uruguay), desde 2010 en Varsovia (Polonia) y desde 2011 en Bogotá (Colombia) y Río de Janeiro (Brasil).

Los objetivos de la muestra son amplios:
• Acercar al público obras que, a través de la lenguaje audiovisual, sensibilicen, denuncien e informen.
• Mostrar aspectos de la realidad que generalmente son ignorados o distorsionados por las grandes corporaciones mediáticas.
• Generar espacios de intercambio, reflexión y debates críticos sobre los procesos de globalización e identificar sus impactos y consecuencias para/con la vida de las personas.
• Abarcar un público diverso.

Como  inscribirse:

Para la selección de los videos que van a componer la muestra globale Río 2013, están abiertas las inscripciones del 14 de junio al 16 de agosto de 2013. Para inscribirse es preciso enviar el material audiovisual en DVD y completar el formulario disponible aquí, siguiendo las orientaciones que siguen a continuación.

La versión carioca del festival globale no impone restricciones con relación al genero de las obras (documental, ficción, etc.), tampoco con relación al formato (Película, programa de TV, video casero, etc.), duración y año de lanzamiento. Los videos o películas no precisan ser inéditos. 

El material audiovisual deberá abarcar temas relacionados a los procesos de globalización teniendo en cuenta los siguientes ejes temáticos:

A. Ciudad global:
El termino Ciudad Global surgió en 1991, en la obra de la socióloga holandesa Saskia Sassen. El concepto se aplica tanto a las metrópolis que son referencia para el capital internacional  como a las ciudades que sufrieron o sufren grandes transformaciones por recibir mega eventos internacionales (Copa del Mundo y Olimpiadas son ejemplos). Cuales  son los impactos sobre las poblaciones de dichos lugares y sus adyacencias? quienes son los principales beneficiados con esos procesos? Como las populaciones impactadas pueden organizarse para enfrentar esas transformaciones?

B. Conflictos socio - ambientales:
El avanzo de la frontera de exploración de la naturaleza provoca una serie de alteraciones en las formas de ocupación y uso del espacio, dando como resultado la desestabilización de formas de producción relativamente autónomas, responsables por la conservación de la biodiversidad y de los recursos ambientales. En las ciudades también se profundizan las desigualdades ambientales y se articulan las desigualdades de clase, genero, color y etnia.  En cada país, este avanzo, tiene  múltiplas respuestas: poblaciones indígenas, comunidades quilombolas, poblaciones trabajadoras, juventudes, pequeños productores rurales y pescadores, entre otros, reafirman y recrean sus identidades, renuevan el sentido de sus territorios y colocan en debate el sistema actual de producción y consumo.

C. Identidades y desigualdades:
Como la globalización afecta nuestras identidades culturales? En un mundo globalizado, el cambio de experiencias entre las diversas realidades se intensifica. Pero, será que las oportunidades son iguales para todas/os a pesar de nuestras diferencias de origen, color, etnia, religión, idioma, orientación sexual y, claro, clase social? Todos sabemos que no. Al mismo tiempo en que encontramos mas referencias para construir nuestras identidades; purismos, racismos, intolerancias y desigualdades históricas se refuerzan. Todo esto se refleja en actitudes y aspectos psicológicos y prácticos de nuestra vida cotidiana.

D. Grandes poderes:
Agencias multilaterales de cooperación internacional; empresas multinacionales; modalidades de tráfico, bolsas de valores, como el capital se organiza alrededor del mundo? Quien decidió y decide el destino de nuestras vidas? Como resistir?

E. Medios de comunicación contra - hegemónicos:
Iniciativas que cuestionan la cobertura mediática hegemónica, mostrando un punto de vista alternativo de las luchas populares; registros de acciones ocultadas por los medios; también registros de iniciativas mediáticas comunitarias, populares, alternativas, libres y/o revolucionarias en el contexto de la lucha por los derechos humanos y la comunicación.

F. Arte y activismo:
Las expresiones artísticas se relacionan con la política: construyen universos éticos propios y cuestionan, desde lo mas profundo, asuntos ideológicos y de poder. Lejos del camino del arte para hacer propaganda, hay muchas experiencias de resistencia que se convirtieron en  grandes hechos artísticos. Como el arte contribuye para reflexionar el sistema de integración económica, cultural, social e política provocado por la globalización?

Es conveniente que los videos / películas con diálogos en portugués tengan subtítulos en portugués, ya que algunas exhibiciones van a ser realizadas para públicos con necesidades especiales. Los videos en idioma extranjera (Castellano, inglés, entre otros) deben ser subtitulados en portugués (preferentemente), o en castellano o en inglés.

El DVD deberá ser enviado por correo junto a la autorización para la exhibición (modelo aquí), impresa y firmada por los realizadores. En el sobre, deberá ser indicado el (o los) eje(s) temático(s) con el (o los) que el video / película está relacionado.

En el caso de discordancia con lo citado en el modelo de autorización disponible, estamos dispuestos a recibir nuevas propuestas de autorización que se adecuen a los deseos del realizador o representante de las imágenes.

Dirección para envío:
globale Rio
Rua (calle) Almirante Alexandrino, 2603 / Casa 16 / 102
Bairro (barrio): Santa Teresa
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
CEP 20241-263

Los costos del envío deberán ser cubiertos por los realizadores de los videos / películas y es bueno anticipar que no se aceptan maquetas de trabajo, solamente versiones finalizadas.

Difusión de la selección:

El resultado de la selección está previsto para agosto de 2013 y será difundido en nuestro blog y redes sociales, acompañe!

Como somos un festival organizado voluntariamente, pedimos la comprensión de tod@s y comunicamos que solamente las obras seleccionadas serán contactadas directamente.

Registration open! (Film Selection Call 2013)


FILM SELECTION CALL

In October 2013, the third edition of globale festival will take place in Rio. In order to exhibit your film/video, submit it to registration from June 14th to August 16st.

THE FESTIVAL
globale started in Berlin (Germany), in 2003, as a festival of social and political documentaries. Until this day, the purpose of the festival is that its venues keep spreading in order to form a network. Besides Berlin, it currently takes place in two other cities in Germany, in Montevideo (Uruguay, since 2009), Warsaw (Poland, since 2010), in Bogota and in Rio de Janeiro (Colombia and Brazil, both since 2011).

globale Rio is a nonprofit non-competitive festival. Therefore, it hands no awards or charges any registration fee. The globale Film Festival is organized completely on voluntary basis and is only made possible with direct collaboration of the film makers, the public and associated establishments and institutions.

Objectives:

The purposes of the festival are wide:
• Bring public nearer to audiovisual works which render people aware, informed and/or sympathized with aspects of reality usually ignored or distorted by large media corporations.
• Promote interchange, questioning and debating on the globalization process and identify its impacts and consequences on people's lives.
• Reach a wide range of public and, next to it, discuss, elaborate and carry out projects and solutions to problems caused by globalization.

How to submit your movie:
For the selection of films/videos participating in globale Rio 2013, submissions are open from June 14th to August 16st 2013. In order to submit, fill the form available here and send the audiovisual material in a DVD according to the following instructions.

The Rio de Janeiro edition of globale imposes no restrictions as to genre (ficction, documentary, etc.), format (motion picture, TV show or home-made movies, etc.), length or year of release, neither does it require the films/videos to be previously unreleased. The audiovisual material is expected to approach themes related to globalization process and should fit in one of the following topics:

A. Global City:
Developed in 1991, by the Dutch sociologist Saskia Sassen, the concept of Global City applies to metropolis which receive massive financial influx from abroad and undergo huge transformations in order to host international events, such as The World Cup and the Olympic Games. What are the impacts upon the local and surrounding areas' populations; who benefits from these transformations? How may the affected population organize and deal with such changes?

B. Social and environmental conflicts:
The expansion of nature exploitation borders induces a series of changes in the way people occupy and make use of space; and such modifications unsettle relatively autonomous production forms, responsible for the conservation of the biodiversity and environmental resources. In metropolitan areas as well, environmental inequalities deepen and show tight connections to classes, gender, color and ethnicity disparities. In each country, multiple responses have been given: indigenous populations, quilombola communities, working populations, the young, small farmers, fishermen and gatherers reinforce and recreate their identities, give their territories new meanings and promote the debate on the production model and consumption.

C. Identities and Disparities:
How does globalization affect cultural identities? In a globalized world the experience exchange among several realities is intensified. Are the opportunities the same for all, despite the differences of origin, color, ethnicity, belief, religion, language, sexual orientation, and, especially, in spite of class? At the same time individuals find more references to build their own identities, purism, racism, intolerance and historical disparities grow stronger. These issues are present in all sorts of psychological and practical aspects of everyday life.

D. Powers that be:
Multilateral agencies of international cooperation, multinational corporations, all types of traffic, the Stock market, how has capital been articulated throughout the world? Who has decided the destiny of our lives?

E. Alternative media:
Initiatives questioning mainstream media coverage of news, or presenting an alternative point of view in popular struggles; record of actions eclipsed by mass media, and of alternative media initiatives, featured as free, popular, communitarian and/or radical in the fight for the basic human right to communication.

F. Art activism:
Tracking shots are a question of morality, said Godard, the French-Swiss filmmaker. Immanent aspects of artistic language and its techniques are related to politics: they constitute specific ethic universes and directly relate to ideology and power. Beyond the mere instrumental use of art as a means for propaganda, aesthetics experiences in political engagement may come in intensely poetic forms. How does art contribute to questioning the process of economic, cultural, social, political integration due to globalization?

Movies spoken in foreign languages are expected to be subtitled preferably in Portuguese, but may be as well in Spanish or English.

The audiovisual material is to be sent through the mail in a DVD. In the mailing envelope, there must be stated in which of the previously mentioned topics the movie(s) fit (in case more than one film is submitted, they must not necessarily fit in the same topic).

Along with the DVD, its makers must print, sign and send to globale an authorization for exhibition made according to the template available here. In case you do not agree with a certain aspect stated on the template, we ask you to write one on your own terms adjusting it with globale Rio 2013 festival's purposes and propositions.

Shipping Address:
globale Rio
Address: Rua Almirante Alexandrino, 2603 / Casa 16/102 – Santa Teresa
Rio de Janeiro - RJ - Brasil
CEP 20241-263

The shipping expenses are to be covered by the filmmakers. Copies in progress of the films/videos won't be accepted, only final versions.

Selection results:
We will be disclosing the results of the selection of films/videos on our blog and social networks, around August 2013. Keep yourself updated. 

The globale Film Festival is organized completely on voluntary basis.
Please understand that we will contact only those filmmakers whose films are chosen
for the globale Rio 2013.



Good luck!

domingo, 20 de janeiro de 2013

Faça a vinheta 2013 com a gente!


Mundo,
o coletivo globale Rio convida tod@s para produzirem conosco nossa vinheta-mosaico de divulgação do festival em 2013, a primeira realizada colaborativamente.

A proposta é recolher vídeos, com duração máxima de 1 minuto, em qualquer formato, até 15 de maio, que respondam à seguinte indagação: “O que é globalização pra você?”. O coletivo selecionará os vídeos mais ilustrativos compondo uma vinheta com as várias opiniões. Façam planos abertos mostrando suas realidades: os prédios que os rodeiam, as matas que os cercam, as quatro paredes de seu escritório, da casa do amigo, de seu apê, das janelas do mundo que você vê a globalização acontecer, enfim.

Veicularemos em nossas redes e canais virtuais além de disponibilizar para contatos. Por isso, previamente, solicitamos sua autorização para exibição, por escrito, no próprio corpo do email, assim que nos enviar o vídeo.

Nosso endereço para receber os links das produções e para sanar qualquer dúvida é: globalerio@gmail.com

Suas interpretações fazem o mundo diverso. Saca a câmera, seu celular ou qualquer aparelho de gravação de vídeo e vem fazer esse festival com a gente!

Coletivo globale Rio 2013

Facebook: Festival globale Rio
Twitter: @globalerio
YouTube: globaleRio